Materiam Superabat Opus

A História da Academia de Letras de garanhuns

Fundação:

Academia de Letras de Garanhuns, foi fundada por integrantes do Grêmio Literário Rubens Van Der Linder, a primeira reunião ocorreu no dia 17 de dezembro de 1977, sob a presidência do Dr. Rilton Rodrigues, ocasião onde foi debatido e aprovado seu Estatuto E Regimento Interno e procedida a escolha e posse da Diretoria, que assumiu o comando;
Foram eleito como Secretario Humberto Alves de Moraes, e, como tesoureiro Maurílio Matos e demais membros por aclamação, Vice –Presidente Prof. Erasmo Bernardino Vilela, Conselho Fiscal composto por: Dr. Manoel Hélio Monteiro, Dr. Maviel Medeiros, Prof. Uzzae Canuto; Dentre os Acadêmicos fundadores podemos nominar, Dr. Mauro de Souza Lima, Dr. Jose de Abreu, Dr. João Calado Borba, Sr. Argemiro Lima, Sr. Sebastião Jacobina, Sr. Edil Graciliano Melo, Prof. Gonçalves Dias, Sr.  Enoque Burgos, Dr. Aurélio Muniz Freire.

Aquisição da Sede Própria

Após a fundação teve como meta prioritária a aquisição da sede própria onde encontra-se instalada Academia de Letras de Garanhuns, à Rua XV de Novembro, tendo como objetivo principal a promoção de artes literárias e divulgação cultural nas cidades do Agreste Meridional.

Patronos

Inicialmente foi composta por 21 cadeiras, sob a presidência do Dr. Rilton Rodrigues, eleito seus patronos, dentre as personalidades do universo das letras e literatura de Garanhuns, de Pernambuco, do Brasil, nos moldes e rituais de outras congêneres;

 

Tendo os seguintes patronos:
1.     Alfredo Correia Rocha
2-    Uzzae Canuto
3-    Artur Brasiliense Maia
4-    Jeronimo Gueiros
5-    Humberto Alves de Moraes
6-    Maurilio Mattos
7-    Antônio  Galindo
8-    Rilton Rodrigues
9-    Luiz Souto Dourado
10-    Ruber van der Linden
11-    Alfredo Leite Cavalcanti
12-    Luís Jardim
13-    Raimundo Atanásio de Moraes
14-    Ivaldo Rodrigues Dourado
15-    Manoel Vicente da Cru Gouveia Filho
16-    Joao de Deus de Oliveira Dias
17-    Lauro Alemão Cysneiros
18-    Carmosina Monteiro de Araújo
19-    Dario da Silva Rego
20-    Jose Francisco de Souza
21-    Jose Brasileiro Vila Nova
 
 
2º Presidente da Academia de Letras 
 
Após três anos o Presidente a época, por motivos profissionais, transferiu a sua residência para a outra cidade. Visto que fora promovido a ocupar umas das Vara Cíveis na cidade do Recife. Sendo a época sucedido pelo Professor Erasmo Bernardino Vilela, Gypson Jose Ayres, Maurílio Campos Mattos, Humberto Alves de Moraes.
 
 
Período de inatividade
Com o decorrer do tempo, alguns acadêmicos passaram a residir em outras localidades, inclusive com a morte de alguns, a Academia passou um período de inatividade de 1984 a 1997.
 
 
Reorganização da Academia de Letras de Garanhuns
Por iniciativa do Acadêmico João Marques dos Santos, empreendeu a reativação da entidade, com reforma dos estatutos e regimento interno, ampliou o número de cadeiras para 30 e houve substituição de duas das cadeiras de Machado de Assis e Jose de Alencar.
 
Foi eleito por Aclamação para Presidência Dr. Paulo Gervais Veloso, ocorre que após 03 meses este teve que assumir a Secretaria de Educação do Município de Garanhuns, razão pela qual o Acadêmico João Marques dos Santos, assumiu visto era o Vice-Presidente;
 

Sendo reeleito em sucessivos mandatos, sem a compreensão e apoio de alguns, durante os 20 anos promoveu reforma dos Estatutos e Regimento Interno, bem como a eleição de novos acadêmicos, além de uma série de atividades dentre as quais podemos destacar 4 festivais de Literatura, o primeiro Festival de Literatura foi em homenagem ao Escritor Luis Jardim , o segundo em Homenagem a Escritor Ariano Suassuna e terceiro  Marcos Accioly  sendo estes publicados os Anais , o quarto Festival de Literatura em Homenagem Gilberto Freire, com extensa pauta foi enaltecida a atividade literária e Cultural da Região e de Pernambuco com a participação de diversos escritores;
 
 
Após decorrido 20 anos sob administração do poeta João Marques, a reforma do Estatuto e Regimento Interno, A academia de Letras de Garanhuns em abril de 2016, foi eleita uma nova diretoria para o Biênio abril 2016/2017, conforme Estatutos vigentes diretoria só poderá ser reeleita para um segundo mandado consecutivo.
A nova Diretoria ficou constituída: Presidente, Luis Afonso de Oliveira Jardim, Vice-Presidente Manoel Neto Teixeira, Secretario, João Marques dos Santos, Tesoureiro, Pedro Henrique Lima Veloso, Conselho Fiscal, João Jose Clemente Fernandes, Dr. Jose Bezerra e Jose Henrique Barros Filho.
 
Presidente: Dr Luis Afonso de Oliveira Jardim
 
 
O que achou? Abaixo desta publicação tem um campo para comentário, comente agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.